Bom dia, 12 de Novembro de 2019


Resultado da busca pelo arquivo de "11/2019"

Ônibus e carro colidem na BR-030 na comunidade de Pancadão em Lagoa Real

Segunda - 11/11/2019 - 07h00
Foto - Reprodução / WhatsApp

A colisão frontal entre um ônibus e um automóvel foi registrada nesta sexta-feira (08), na BR-030, trecho entre o Distrito de Pancadão e Caetité. De acordo com informações obtidas pelo Agora Sudoeste, o ônibus, da cidade de Lagoa Real, seguia para Caetité quando colidiu contra o carro com placa de Brumado, que seguia no sentido contrário. O ônibus saiu da pista com o impacto. O condutor do carro ficou preso às ferragens, foi socorrido pelo Samu 192 com ferimentos leves e levado para um hospital da região. Não há informações sobre a causa do acidente.

Bahia leva virada e perde para o Flamengo no Maracanã

Segunda - 11/11/2019 - 06h00
Foto: Reprodução

O Bahia não conseguiu voltar a vencer no Brasileirão. Na noite deste domingo (10), o tricolor até saiu na frente do placar, mas levou a virada do Flamengo e foi derrotado pelo placar de 3x1. Os gols do jogo foram marcados por Gabigol, Bruno Henrique e Reinier. Willian Arão, contra, marcou para o Esquadrão de Aço. O tricolor baiano abriu o placar aos 38 minutos da primeira etapa. Elber tentou o chute cruzado e Willian Arão, na tentativa de cortar, empurrou para as próprias redes. No entanto, o Flamengo pressionou e virou o jogo com gols de Reinier, aos 8, Bruno Henrique, aos 26 e Gabigol, aos 42 minutos da etapa final. Com o placar, o Bahia segue na 9ª colocação com 43 pontos. O tricolor volta a campo no próximo domingo (17), às 16h, contra o Palmeiras, na Fonte Nova.

Além de Lula, outros 12 presos da Lava Jato podem ser beneficiados por decisão do STF

Sexta - 08/11/2019 - 08h00
Por: Agência Brasil
Foto: Reprodução

Muito se falou na noite desta quinta-feira (7) sobre os impactos da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou a possibilidade de prisão somente após o trânsito em julgado, quando já tiverem se esgotado todas as possibilidades de recurso. No entanto, logo após o resultado, o foco se tornou o possível pedido de liberdade do ex-presidente Lula. Mas, não somente ele será beneficiado. No âmbito da operação Lava Jato, além do petista, outras 12 pessoas ganharam a chance de requerer a liberdade a partir desta sexta-feira (8), a exemplo do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, empreiteiros e condenados por operar dinheiro poderão pedir para deixar a prisão. No entanto, prisões como a do ex-deputado Eduardo Cunha ou do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, que são de caráter preventivo, não entram na lista, porque eles continuam tendo contra si mandados, que ocorre para evitar prejuízo às investigações ou fugas, por exemplo. Já segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em todo o país, proibir a prisão após condenação em segunda instância afetará, na verdade, 4.895 detentos. A decisão do Supremo, por seis votos a cinco, estabeleceu que, a partir de agora, que um condenado poderá recorrer em liberdade até que seu caso transite em julgado, ou seja, até que não haja mais possibilidade de recursos. A mudança de entendimento acontece exatamente em um momento de enfraquecimento da Lava Jato, com Sergio Moro na figura de ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro e com todas as desconfianças sobre profissionalismo dele enquanto esteve à frente das ações da 13ª Vara Federal de Curitiba, após as revelações de diálogos pelo site The Intercep Brasil.
O que acontece agora?
O ministro do STF, Dias Toffoli, responsável pelo voto de desempate no julgamento que derrubou a segunda instância, defendeu que o Congresso é quem vai avaliar uma mudança na lei para evitar a prescrição de processos penais, quando um réu estiver em fase de recurso às instâncias superiores. A maior crítica à decisão do Supremo é a de que, para evitar a prisão, os réus vão se valer de todos os recursos possíveis, o que custaria caro. Desta forma, é defendido que vai-se ter acesso aos recursos quem tiver como arcar com os altos custos dos recursos, o que levaria ao atraso do cumprimento da pena até que ela não tenha mais validade. Por isso, Toffoli defendeu a alteração para interromper os prazos de prescrição quando o réu recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) e ao Supremo. O presidente da Corte suprema também afirmou que poderá colocar em discussão a hipótese de condenados pelo tribunal do júri serem presos logo após o veredito, já em primeira instância, o que acontece no Brasil em casos de crimes dolosos contra a vida, como homicídios.

Veículo explode após transportar botijões de gás na BR-330

Quinta - 07/11/2019 - 08h00
Foto: Reprodução

Um caminhão, que carregava botijões de gás, explodiu na BR-330, trecho entre Ipiaú e Barra do Rocha. Segundo moradores da região os barulhos foram ouvidos por volta das 22h30, desta terça- feira (5). De acordo com o motorista do veículo uma das rodas teria travado e causado um faiscamento, que se alastrou e deu início a uma série de explosões. Não há registro de feridos. Ainda segundo relatos, a carga de botijões teria saído de Jequié e seria entregue no município de Porto Seguro. O acidente foi registrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Irmãs que desligaram aparelhos do irmão no Hospital Regional de Guanambi irão responder em liberdade

Quinta - 07/11/2019 - 07h30
Foto: Divulgação

A juíza Adriana Bastos, expediu, na última segunda-feira (04), o alvará de soltura das duas irmãs, Zelita Pereira Neves e Marliete Pereira Neves, que desligaram os aparelhos que mantinham o irmão vivo na emergência do Hospital Regional de Guanambi. A defesa alegou que elas são réus primárias e não representam risco ao andamento do processo. As duas irão responder ao processo em liberdade. O caso ganhou grande repercussão. As irmãs acreditavam que o irmão seria curado através de um milagre divino.

Extrema pobreza e desigualdade crescem há 4 anos, revela pesquisa

Quinta - 07/11/2019 - 07h00
Foto: Reprodução | Wilker Porto - Agora Sudoeste

A leve recuperação econômica observada nos últimos dois anos no Brasil não se refletiu de forma igual entre os diversos segmentos sociais. Enquanto o Produto Interno Bruto (PIB – a soma de todas as riquezas produzidas no país) cresceu 1,1% em 2017 e 2018, após as quedas de 3,5% em 2015 e 3,3% em 2016, o rendimento dos 10% mais ricos da população subiu 4,1% em 2018 e o rendimento dos 40% mais pobres caiu 0,8%, na comparação com 2017. Com isso, o índice que mede a razão entre os 10% que ganham mais e os 40% que ganham menos, que vinha caindo até 2015, quando atingiu 12, voltou a crescer e chegou a 13 em 2018. Ou seja, os 10% da população com os maiores rendimentos ganham, em média, 13 vezes mais do que os 40% da população com os menores rendimentos. É o que mostra a pesquisa Síntese de Indicadores Sociais (SIS) 2019, divulgada hoje (6), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo analisa as condições de vida da população brasileira.

Após 44 anos, mulher descobre que foi criada por sequestrador

Quinta - 07/11/2019 - 06h30
Foto: Reprodução

A cuidadora de deficientes mentais Simone Aparecida Lopes Garcia, de 46 anos, descobriu pela internet que foi sequestrada aos dois anos de idade na cidade de Tanabi, interior de São Paulo. O caso ocorreu em sete de abril de 1975. Após 44 anos, Simone deseja reencontrar sua verdadeira família. Ainda criança, Simone morava em uma região bem pobre do Estado de São Paulo. Sua mãe, a lavradora Neide Aparecida Pereira, que na época tinha 22 anos, saiu para buscar lenha e quando voltou não achou mais a filha. Apontado pela lavradora como principal suspeito de ter raptado a criança, Pedro Antônio Garcia, com 34 anos na época, era parente do marido de Neide. Pedro era viúvo e pediu abrigo na casa da lavradora. Para não despertar suspeitas, o sequestrador dizia que a Simone era filha dele e que a mãe da menina havia morrido.O sequestro foi registrado no dia sete de abril de 1975. Sem solução, o caso foi arquivado pelas autoridades da época. Ela foi levada por Pedro para o Espírito Santo junto com um menino, identificado como Marcos Antonio Garcia, de 14 anos. O convívio entre eles não era muito bom. Simone foi abusada sexualmente pelo seu “meio-irmão” durante anos. Para fugir das agressões, ela foi morar com a mãe de Pedro, identificada como Jesuína. Com o passar dos anos, Simone sempre perguntava pelo paradeiro da mãe ao sequestrador. No entanto, Pedro além de ficar agressivo nunca dava muito detalhes a garota, apenas falava que o nome da mãe era Iraildes da Cunha Lopes, uma alcoólatra que havia morrido. Em 2006 o sequestrador sofreu um derrame e ao ser questionado por Simone sobre o assunto no leito de morte, recusou-se a falar. Após a morte do “pai”, Simone começou a pesquisar sobre a mãe na internet. Depois de algumas pesquisas, a cuidadora encontrou que Iraildes, até então sua “mãe”, havia falecido em 1974. Logo em seguida, encontrou um processo de sequestro no qual o nome de Pedro estava envolvido e acabou descobrindo toda a história. Ao ler o processo, descobriu que sua mãe biológica se chamava  Neide Pereira dos Santos e que a procurou por dois anos. Hoje, após descobrir sua verdadeira história, Simone quer mudar toda a documentação para o seu nome de batismo “Simone Aparecida Pereira dos Santos” e reencontrar sua mãe e irmãs. A cuidadora, que possui três filhos, está recebendo todo o apoio da família. Uma organização especializada em buscas de pessoas desaparecidas está prestando todo o auxílio para Simone.

Prefeitos baianos criticam extinção de municípios: 'É uma proposta equivocada'

Quinta - 07/11/2019 - 06h00
Foto: Divulgação

A proposta do governo federal de acabar com os municípios com menos de 5 mil habitantes e com arrecadação própria menor que 10% da receita total foi duramente criticada por prefeitos de cidades baianas que podem ser extintas ouvidos pelo Metro1. Caso o Congresso Nacional aprove a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 188/2019, 10 municípios da Bahia podem ser atingidos pela medida. A lista é composta por Maetinga, Catolândia, Lafaiete Coutinho, Lajedinho, Lajedão, Ibiquera, Dom Macedo Costa, Contendas do Sincorá, Aiquara e Gavião. Segundo o vice-presidente da União dos Municípios da Bahia e prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim (PCdoB), a proposta do presidente Jair Bolsonaro (PSL) elimina direitos adquiridos, além disso, sobrecarrega as cidades que vão receber os municípios extintos. “É muito simples pegar uma cidade, fazer virar distrito e colocar no colo de outra cidade sem ter condição de assumir a gestão. Aí, você vem com mais distritos para entregar para uma cidade que já tem dificuldade com recursos. Eu vejo negativamente essa decisão do presidente. É equivocada. Espero que os deputados não aprovem”, afirma. Bomfim também minimizou a possibilidade de redução de custos, uma das justificativas apresentadas pelo governo federal. “Se tiver cargos a mais e que seria só espaço para acomodar gente sem produzir… Aí, eu concordo. Tenho 7 mil servidores na prefeitura, se eu contratasse mais 1 mil, eles teriam atribuições. Cortar por cortar? Quanto mais servidor de qualidade você tiver, melhor serviço você oferece”, pondera. Prefeito de Lafaiete Coutinho, José Freitas Júnior (PP) disse que a medida é “péssima” e que o impacto pode ser muito negativo. “Não vai trazer benefício para município nenhum. Como vai ser a questão da saúde, educação, limpeza pública? A gente tem uma história. A população não aceitará. Lafaiete era administrada por Maracás que fica a 58 km. Aí, você vai ser administrada por uma cidade numa distância dessa que não sabe a nossa realidade?”, questiona. Gilvan Pimentel Ataíde (PT), prefeito de Catolândia, antigo distrito de Barreiras, destacou que o governo federal tem sido “inoperante”. “Imagina precisar de médico, qualquer área que depende da prefeitura e ter que recorrer para Barreiras? Aqui mesmo não estou vendo nenhum investimento da União nesses 11 meses. Por que não estabelece uma meta e quem não atingir vai ser extinto? A própria população vai entender”, sugere. Por fim, o vice-presidente da UPB afirmou que a direção vai se reunir para organizar um discurso de “enfrentamento a essas besteiras”. “É mais uma decisão equivocada, Bolsonaro precisa agir como presidente”, pondera.

Maetinga está entre as dez cidades da Bahia que podem “sumir do mapa” com nova proposta do Governo

Quarta - 06/11/2019 - 09h00
Foto: Reprodução

O governo Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (5) uma proposta para exclusão de municípios pequenos e que arrecadam pouco, que seriam incorporados a cidades vizinhas a partir de 2026. A lista, segundo Waldery Rodrigues, secretário especial de Fazenda, inclui 1.253 municípios brasileiros, de acordo com dados mais recentes da estimativa de população de 2019 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O número representa 22,5% do total de cidades do país. O projeto do Ministério da Economia propõe que cidades com menos de 5 mil habitantes e com arrecadação própria menor do que 10% da receita total sejam os atingidos pela medida. A Bahia tem dez municípios com menos de 5 mil habitantes, que poderão ser extintos pelas novas regras, caso o Congresso Nacional aprove a Proposta de Emenda à Constituição (PEC). A cidade baiana menos populosa é Maetinga, município na região de Brumado criado apenas em 1985, como desmembramento de Presidente Jânio Quadros.
Veja a lista completa
1. Maetinga (BA) – 3161 habitantes
2. Catolândia (BA) – 3577 habitantes
3. Lafaiete Coutinho (BA) – 3724 habitantes
4. Lajedinho (BA) – 3783 habitantes
5. Lajedão (BA) – 3955 habitantes
6. Ibiquera (BA) – 4044 habitantes
7. Dom Macedo Costa (BA) – 4058 habitantes
8. Contendas do Sincorá (BA) – 4066 habitantes
9. Aiquara (BA) – 4446 habitantes
10. Gavião (BA) – 4463 habitantes 

Comissão amplia para R$ 998 valor de saque do FGTS

Quarta - 06/11/2019 - 08h00
Por: FolhaPress
Foto: Divulgação

A comissão de deputados e senadores que analisava a MP (medida provisória) com regras para o saque do FGTS aumentou de R$ 500 para R$ 998 o valor que pode ser retirado de contas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O relatório do deputado Hugo Motta (Republicanos-PB), aprovado nesta terça-feira (5), estabelece que só poderá realizar este saque total quem tinha um saldo de até um salário mínimo (R$ 998) em 24 de julho deste ano, quando a MP entrou em vigor. O texto ainda precisa passar pelos plenários da Câmara e do Senado. Caso a lei seja sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), quem já retirou o dinheiro poderá sacar o restante. Para quem tinha mais de um salário mínimo na conta do FGTS o saque continua limitado a R$ 500. O relator incluiu em seu parecer prazo de 180 dias a partir da sanção presidencial para a retirada de valores residuais de R$ 80. O texto aprovado no colegiado permite saque da conta do FGTS caso o trabalhador ou qualquer de seus dependentes tenham doenças raras. O texto também acaba com a multa adicional de 10% sobre os depósitos no caso das demissões sem justa causa.

Incêndio na em Rio de Contas ainda não foi controlado

Terça - 05/11/2019 - 07h30
Foto: Divulgação

Quase uma semana depois, o incêndio que atinge a vegetação de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, segue sem controle nesta segunda-feira (4). Focos foram registrados na Serra das Almas. O local, segundo o Corpo de Bombeiros, tem nascentes importantes. De acordo com os bombeiros, um fator tem complicado a ação de combate ao fogo: a área é de difícil acesso. Voluntários e bombeiros estão sendo levados para o local por helicópteros. Conforme noticiou o G1, 23 bombeiros estão atuando na região, com o apoio de cerca de 10 brigadistas da cidade. Quatro aviões do tipo AirTractor contratados pelo programa Bahia Sem Fogo permanecem lançando água para auxiliar no combate.

Previsão de crescimento da economia sobe para 0,92%

Terça - 05/11/2019 - 07h00
Por: Agência Brasil
Foto: Reprodução

A estimativa de expansão em 2019 do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, subiu de 0,91% para 0,92%. As informações são do boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (4) pelo Banco Central. Para os anos seguintes, as projeções não foram alteradas: 2% em 2020 e 2,50% em 2021 e 2022. A previsão para inflação também foi mantida: 3,29% neste ano, 3,60% em 2020, 3,75% em 2021 e 3,50% em 2022.

Mais de 92 mil pessoas não fizeram a prova do Enem no primeiro dia na Bahia; Livramento teve 130 abstenções

Terça - 05/11/2019 - 06h30
Por: Radio 88FM
Foto: Divulgação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 teve abstenção de 23,4% na Bahia, no primeiro dia das provas, realizadas neste último domingo (03). Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O percentual de ausências corresponde a 92.695 pessoas que não fizeram as provas. O índice é menor que o balanço final de 2018, quando foi registrada ausência de 23,5% dos candidatos inscritos. Os dados são maiores que a média nacional de ausências no primeiro domingo deste ano, que ficou em 23%. Em todo o estado, 395.437 candidatos se inscreveram para fazer a prova. Deste total, 302.742 compareceram aos locais de provas, sendo um total de 76,6% de candidatos presentes. A Bahia fica em 3º lugar no ranking de presenças no Enem 2019, atrás de São Paulo e Minas Gerais, no primeiro dia de provas. Em Livramento, o primeiro dia de prova foi realizado em seis escolas, Colégio Estadual João Vilas Boas, Polivalente, Colégio Estadual de Livramento, Rômulo Galvão, Dona Tina e Lelis Piedade. Segundo informações do coordenador responsável em aplicar a prova no município, Marcilio Rubem, em Livramento, o número de estudantes inscritos foi 1.263 e 130 abstenções, ou seja um grande número de alunos ausentes, 9,33%. Marcilio também informou que não houveram situações atípicas durante a realização do primeiro dia de prova. Ainda segundo ele, os candidatos que se ausentaram no primeiro dia de exame, poderão fazer a segunda parte da prova, mas só a título de treinamento e teste de conhecimentos, pois no caso de abstenção, a nota da primeira parte da prova é nula, o que impede o estudante de concorrer uma vaga em instituições de cursos de nível superior.

Rio de Contas: Bombeiros seguem no combate a chamas; mil hectares foram atingidos

Segunda - 04/11/2019 - 09h00
Foto: Reprodução | Kal Comunicação

O incêndio de grandes proporções que atinge uma área de vegetação de Rio de Contas, na Chapada Diamantina, desde a noite da última terça-feira (29), segue sendo combatido por bombeiros, brigadistas e militares do Grupamento Aéreo da Polícia Militar da Bahia (Graer). Até a última sexta-feira (1º), segundo o G1, foram mais de 1000 hectares atingidos pelo fogo. Segundo o Corpo de Bombeiros, as chamas já chegaram à Serra das Almas, e a vegetação foi consumida em seis reservas particulares do patrimônio natural. De acordo com a reportagem, cerca de 23 mil militares do Corpo de Bombeiros e dez brigadistas, com apoio de seis aeronaves e um helicóptero, trabalham para controlar o fogo.

Foto: Reprodução | Kal Comunicação

Voluntários plantam árvores em local atingido por queimada em Livramento

Segunda - 04/11/2019 - 08h30
Por: Radio 88FM
Foto: Divulgação

Um grupo de voluntários se reuniu no último sábado (02), feriado de finados, para dar vida a Mãe Natureza, eles plantaram 144 mudas de árvores. A ação ocorreu em um local próximo à cachoeira véu de noiva, denominado por Lajedo de baixo em Livramento de Nossa Senhora, onde foi atingido por uma queimada. Segundo o coordenador do grupo Antônio Carlos Novais Oliveira o popular Carlinhos de Bananinha, foram 100 mudas nativas e 44 frutíferas em uma área de pouco mais de 01 hectare, ele ainda agradeceu a todos pelo empenho e colaboração e o apoio da Secretaria de Meio Ambiente e ao vereador Josemar Miranda que esteve também no local colaborando.