Boa noite, 19 de Outubro de 2019



Livramento: Veterinário diz que carne ao ar livre não é carne, é carniça, é comida de urubu

Terça - 09/07/2019 - 08h00
Foto: Reprodução | Achei Sudoeste

O veterinário Clemente Fernandes, da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), em entrevista ao Achei Sudoeste, falou sobre o trabalho de inspeção realizado no Mercado Municipal de Livramento de Nossa Senhora, na última semana. Segundo ele, as condições encontradas no local não foram nada agradáveis. “O constatado é lastimável. Eles até que têm câmaras refrigeradas, mas o que se observa são as carnes todas para o lado de fora, penduradas em portais sujos e enferrujados, as câmaras desligadas, as carnes expostas ao ar livre, no chão, em cima de lonas e de plásticos, com temperatura em torno de 30°C. É de doer ver a carne com sangue preto e mosca pra todo lado”, criticou. A questão, segundo ele, é de saúde pública e as inspeções estão sendo feitas no intuito de reverter a situação, com o apoio dos órgãos públicos competentes. Fernandes ainda cobrou um trabalho conjunto com a Vigilância Sanitária Municipal a fim de promover as condições sanitárias ideais e colocar um ponto final no abate clandestino e na comercialização de carnes e seus subprodutos por pessoas não adequadas. “Não mais teremos o que vimos por lá. Carne ao ar livre não é carne, é carniça, é comida de urubu. Cada um precisa fazer a sua parte. Vamos na ferida”, finalizou.

comentários

  • 09/07/2019
    Maria Célia Fernandes Silva.
    Parabéns, Dr. Clemente, também conhecido como Beto . Realmente, faz -se necessário, diferenciarnos de seres carniceiros. Povo que se respeita, tem que ter ética. Se todos os agentes sanitários, fossem como o senhor, haveria muito mais dignidade.