Bom dia, 16 de Outubro de 2019



Cerca de 100 famílias estão desalojadas em Coronel João Sá; moradores fazem relato

Sexta - 12/07/2019 - 08h00
Foto: Reprodução

Uma barragem de terra se rompeu, nesta quinta-feira (11), em um povoado do município de Pedro Alexandre, no nordeste da Bahia, localizado a cerca de 435 km de Salvador. De acordo com a Defesa Civil da cidade, as fortes chuvas que caem na região contribuíram para o rompimento da estrutura. Não há registros de feridos. Segundo a Superintendência de Defesa Civil do Estado da Bahia (Sudec), o caso ocorreu por volta das 11h, no distrito de Quati. As informações são do portal G1 Bahia. A coordenadora da Defesa Civil da cidade, Carla Leão, informou que algumas casas que ficam no povoado foram invadidas pela terra, que se misturou com a água da chuva e formou uma lama. Entretanto, ainda de acordo com a coordenadora, não há feridos. O órgão entrou em contato com esses moradores e eles informaram que deixaram as casas antes do rompimento. O povoado está ilhado. Por volta das 12h20, equipes da Sudec, da Defesa Civil local e o Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso estavam fazendo vistorias na cidade. Os órgãos alertam para necessidade dos moradores de Coronel João Sá, vizinha à Pedro Alexandre, deixarem as casas. Coronel João Sá está na rota que a lama seguirá, explicou Carla Leão. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Pedro Alexandre tem cerca de 16.695 moradores. Já Coronel João Sá tem uma população que chega a 17.066. As cidades são separadas por 33 km. Coronel João Sá
Segundo informações da prefeitura, os bairros que podem ser atingidos na cidade de Coronel João Sá são: Beira Rio, Bonfim, José Antônio dos Santos, Santo Antonio (Rua Velha), Galo, Barroquinha, além dos que estão próximos ao Rio do Peixe. A orientação é que as famílias procurem a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Por volta das 12h30, o prefeito Carlinhos Sobral divulgou no perfil oficial no Instagram as escolas que estão disponíveis para acolher a comunidade. As pessoas podem procurar abrigo no Colégio Municipal Maria Dalva, no Ruy Barbosa, Juracy Magalhães e no Paraíso Infantil.

Foto: Reprodução

comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.