Boa noite, 19 de Outubro de 2019



Ao menos 43 PMs são afastados por dia no país por transtornos psiquiátricos

Segunda - 16/09/2019 - 10h00
Por: Juliana Almirante | Metro1
Foto: Reprodução

Ao menos 43 policiais militares foram afastados por dia, em todo o país, no ano passado, por conta de transtornos psiquiátricos. O levantamento foi divulgado pelo Fantástico, da TV Globo, ontem (15).  Foram 16.026 afastamentos por problemas psiquiátricos das PMs do Brasil em 2018, apenas em 15 estados que informaram os dados ao programa, entre eles a Bahia. A PM baiana conta com um programa de meditação para reduzir o estresse dos agentes. O estado também tem um psicólogo disponível para cada grupo de mil policiais. Na Bahia, os afastamentos por transtornos mentais aumentaram 80% nos últimos três anos, de 2016 a 2018.  Todos os estados brasileiros fazem avaliação psicológica na PM para o ingresso. Mas depois, apenas Minas Gerais e Rio Grande do Sul promovem exames periódicos em toda a tropa. De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, pelo menos 80 PMs se suicidaram no ano passado no país.  "Nós verificamos que no Brasil, por exemplo, a taxa de suicídio entre policiais é três vezes maior do que a população em geral", diz o pesquisador em segurança pública do Ipea, Daniel Cerqueira.  Também segundo o  Fórum Brasileiro de Segurança Pública, os homicídios caíram 13 % no país, enquanto as mortes decorrentes de intervenções policiais subiram 19,6%, de 2017 a 2018.  Um policial carioca que preferiu não se identificar afirmou, em entrevista ao Fantástico, que percebeu que estava doente no trabalho, com uma arma de guerra em mãos. "Com fuzil 762, dormindo em pé. Eu cheguei a trabalhar 48 horas sem dormir", conta. Ele afirma que teve uma alucinação e procurou ajuda na corporação, mas como o atendimento iria demorar, resolveu custear com recursos próprios. O policial foi diagnosticado com transtorno pós-traumático.

comentários


Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.