Vitória da Conquista: Mais de 100 pessoas morrem de Covid-19 nos hospitais

Segunda - 27/07/2020 - 08h00
Foto: Reprodução

Já passa de 100 o número de óbitos de pessoas vítimas da Covid-19 nos hospitais públicos e privados de Vitória da Conquista desde o início da pandemia. Pacientes de vários municípios da região foram transferidos para os leitos de referência da rede SUS e muitos não resistiram às complicações da doença. Nos últimos 30 dias, o número de vítimas mais do que dobrou. Até 27 de junho, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) registrava 41 óbitos ocorridos na cidade. Entre os moradores de Vitória da Conquista são 45 óbitos. Os dois últimos foram confirmados pela secretaria municipal de Saúde neste domingo (26). Somente na última semana, 16 conquistenses perderam a vida por conta das complicações da doença. Dois pacientes morreram em suas residências segundo o perfil semanal de casos e óbitos. A segunda cidade da região com mais óbitos é Itapetinga. O município já perdeu 23 pacientes para o coronavírus e a maior parte era de pessoas transferidas para hospitais de Conquista. A terceira cidade é Iguai, com 10 óbitos até a última quinta-feira (23), quando foi divulgado o último boletim municipal. O último boletim da Sesab registra 95 mortes ocorridas no município. No entanto, alguns óbitos confirmados pelas secretarias municipais de saúde ainda não estavam contabilizadas. Somente os três municípios citados registram juntos 16 óbitos ainda não oficializados pela Sesab. A maior parte ocorreu em Vitória da Conquista. O número elevado de óbitos de pacientes de outros municípios na cidade se da pelo fato da existência dos únicos leitos de UTI exclusivos para tratamento da doença na área de abrangência do Núcleo Regional de Saúde do Sudoeste, composto por 74 municípios que juntos somam 1,8 milhão de habitantes. A cidade também é a única com leitos de UTI para tratamento da Covid-19 na rede particular de hospitais. Dos 74 municípios da região, 71 registram juntos mais de 6.634 casos. Vitória da Conquista tem quase um terço do total, com 2.174 casos confirmados, sendo 1.584 pacientes recuperados e 545 ainda em tratamento.